Tortilla de Forno... ou, toda saudade é uma espécie de velhice

Nem a coluna truncada:
Vento.
Vento escorrendo cores,
Cor dos poentes nas vidraças.
Cor das tristes madrugadas.
Cor da boca...
Cor das tranças...
Ah,
Das tranças avoando loucas
Sob sonoras arcadas...
Cor dos olhos...
Cor das saias
Rodadas...
E a concha branca da orelha
Na imensa praia
Do tempo.

(Mario Quintana)



tempo... tempo... tempo... tempo...

Hoje foi almoço com Cléo e Renan... não estava Loan, será depois. E os dias vão sendo assim, desenhando a saudade que não esgota, aquecendo my cold little heart. Guimarães Rosa disse que toda saudade é uma espécie de velhice. Creio nisso. Tempo... tempo... tempo... tempo.


Bem, já adianto aos tradicionalistas, que cometi pequenos pecados nessa receita. Tradicionalmente, as tortillas são feitas com batata frita e são elas próprias fritas. Não fiz nada disso, mas usei os mesmos ingredientes.

Usei quatro Batatas médias, seis Ovos, Cebola picada a gosto, um Tomate sem casca, Pimenta do Reino moída a gosto, Salsa e Cebolinha picada a gosto, Flor de Sal a gosto, uma colher de chá de Fermento em Pó, Queijo Parmesão ralado a gosto, Azeite a gosto e Manteiga para untar a forma.

Descasquei as batatas e cortei em rodelas finas e depois as cozinhei no vapor. Quando estavam cozidas, reservei.

Bati com a colher de arame os ovos como para omelete e juntei o fermento em pó, a pimenta do reino, a salsa e cebolinha e o parmesão ralado. Bati mais um pouco e reservei.

Em uma caçarola, refoguei a cebola no azeite, juntei mais um pouco de pimenta do reino e a flor de sal. Acrescentei o tomate cortado em pedaços pequenos e com um pouco de água, cozinhei até formar um molho de tomate espesso.

Misturei o molho de tomate aos ovos batidos.



Untei com manteiga uma forma média e arrumei as batatas, espalhando-as pela forma. Acrescentei os ovos batidos e levei para assar no forno, com temperatura de 200º, até ficar dourado.

Servi a Tortilha de Forno acompanhada de Arroz Integral, Feijão Preto com Coentro e Salada de Folhas Verdes com Molho de Yogurte e Vinho Português.

Abracei Cléo, como as asas de todos os pássaros.



Tulipa dramatiza saudades, quando o dia escorre e eles partem.


Comentários

Postagens mais visitadas